Imagem

Quando em Roma…

Fjellstur, ou passeio pela montanha, é o que se faz aqui. É o que se tem pra fazer aqui. Infinitamente. É como a praia: todo mundo vai. O gordinho e o sarado, a criança e o vovô, o cachorro e o papagaio… Tanto que, uma amiga que queria uma lembrança da cidade, não pensou em nada mais que fosse a cara daqui do que roupas de esporte. Nesse nível.

O povo aqui é tão aficionado por trilha que existem guias, como o “7 Fjellsturen“, ou o passeio das 7 montanhas. São 25km de subida e descida. Ah, e muita natureza. Pra quem acha que 7 é muita coisa, pode escolher a opção menor, com apenas 4 montanhas.

7Fjellsturen_1

E são muitas as opções de trilha aqui. Acho que não tem um número oficial, mas faz a contas: são basicamente “7 montanhas” (que na verdade são 12). As principais são pontos turísticos e por isso possuem vias principais de subida; a partir delas temos as trilhas menores e depois inúmeras ramificações por dentro da floresta. Além de variar o caminho, varia também o grau de dificuldade. Mas trilha é trilha: sempre tem a parte que sobe.

Então, quando em Roma…

Bjørn e eu fomos subir o morro fazer a trilha que tem aqui perto de casa. É por dentro de uma fazenda que se chama Fjørdanger Hovdgård. Você começa o passeio por entre as ovelhas e cabras, passando pelo Kurt e Erna, os porquinhos, e depois galinhas e cavalos. Estamos sempre escolhendo o por onde vamos seguir, pois além das constantes bifurcações, sempre vemos caminhos que vão por dentro da floresta. Bjørn, sendo um aventureiro nato, sempre escolhe esses caminhos. E lá vou eu por dentro do mato, pisando na lama, escorregando no cascalho, pulando galho, pensando que se a gente se perder vai demorar uns bons quatro dias até alguém nos achar… mas continuamos subindo, trabalhando coxas e glúteos e, apesar de não suar, porque está 10 graus, a respiração fica ofegante e você quase pode dizer que está com calor. E quando a falta de ar é tanta que não se consegue falar e você acha que aquela gota de suor está prestes a escorrer na sua testa, dois locais passam na sua frente. Correndo. Conversando. Como se isso fosse normal, como se eles subissem esse morrinho todo dia. É isso! Eles sobem. Aí você abre caminho e deixa os experientes passarem.

Nós fomos nessa trilha duas vezes, por caminhos diferentes e sempre tenho essa sensação: primeiro de que estou seguindo um caminho novo, ou subindo por um lugar difícil, aí vem alguém esfregar a realidade na minha cara. Mas, calma que esse é apenas o início do meu segundo mês aqui. Promessa de fazer o passeio das 7 montanhas no ano que vem! Ou Desafio?

Para ver mais fotos é só clicar em Pictures ali do lado.

kurterna       Processed with VSCOcam with m3 preset         Photo 09-10-14 09 03 15       Processed with VSCOcam with b1 preset

      

Um comentário sobre “Quando em Roma…

  1. Eliana Sa Barretto disse:

    Só assim meu filho faz exercício Gaby… E aí vc aproveita tambem!!! Bora que quando eu estiver aí vai ser na neve!!!! Kkkkkk

Deixe uma resposta para Eliana Sa Barretto Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s