Imagem

Fui lá e flanei!

Primeiro não tem como não agradecer todo mundo que leu, comentou e deu dica. Tanto no Facebook quanto por aqui, foram tantos comentário que fiquei surpresa e feliz que tem um monte gente lendo e gostado do blog. Esse feedback só me faz querer escrever mais e flanar mais por Bergen.

E por falar em flanar… flanei. Na verdade não sei bem se foi flanar, mas fui num café e fiquei lá uma hora inteira! Li revista, observei a loja, os funcionários e os outros clientes e também o que tinha do lado de fora. E quase não usei o telefone, apesar de ter wi-fi, para mergulhar melhor na experiência.

Comecei quebrando a regra do FourSquare e escolhi um café que já conhecia por dois motivos: localização e simbolismo.

Localização, não porque era perto de mim, mas porque era perto da loja que fui comprar o bloquinho de ideias e afins! O bloco foi ideia da Ana nos comentário e foi muito pertinente e me ajudou bastante.

Simbolismo porque o café é na verdade uma loja/café chamada Chillout Travel Centre. Como o nome sugere é uma loja de descanso para viajantes/mochileiros. Pareceu-me justo começar a explorar por aqui.

O lugar é de fato inspirador. Mochilas, tênis de trilha, garrafas e todas as traquinas que os mochileiros precisam ou venham a precisar. Adrentando a loja ainda vemos mais duas salas. A primeira é coberta de guias turísticos de todos os lugares de mundo e a última é um chill out mesmo, sofás e almofadas para você ler, estudar ou descasar. Achei que não estava pronta para essa sala ainda e fui pro café.

Parte da Loja

Parte da loja

 

Parte da loja

Parte da loja

 

Sentei no sofá pedi um café e uma fatia de chocolate chilli cake. Tudo em norueguês pra colocar em prática o que aprendi até agora e fiquei feliz porque veio tudo certo. O café era um “chá-fé” horroroso daqueles que a gente nunca encontra no Brasil, mas deve ser do jeito que eles tomam aqui. Não pedi um expresso, e talvez esse tenha sido o meu erro. Já o bolo… Eu já conhecia e por isso, quando vi ele lá, fui direto pra ele. É quase um brownie e o chilli dá mais um sensação de comichão do que ardência. E é maravilho: o bolo e a sensação. Nunca comi nada igual, é mesmo indescritível, pois não é como aqueles chocolates com pimenta, nem tem nada de salgado. Só comendo mesmo.

 

Café, bolo e anotações.

Café, bolo e anotações.

O menu não é grande mas você encontra uma boa seleção de “almoço norueguês” – norueguês não almoça como a gente – com sanduíches e lanches saudáveis. O preço, principalmente falando da Noruega, é muito em conta.

Enquanto devorava o bolo, comecei a reparar nas coisas e pessoas ao meu redor. O lugar, super casual, possui mesas que são baús antigos e toneis revestidos com corda e cadeiras que são bancos e sofás numa descoordenação elegante. Não há uma divisória do que é café e loja, então de uma lado tem mochilas, do outro redes e revistas de viagem. Através de uma grande janela vemos um prédio de vidro do jornal local. Parece bem moderno, mas a data diz que é de 1888.

Vista da Janela

Vista da Janela

Na mesa do lado 3 meninas conversam e não consigo entende-las, mas presto mais atenção no livro que uma delas tem sobre a mesa. A capa bem geométrica e colorida parece um livro de design ou mais um  daqueles livros hipster na moda. Era Paulo Coelho, o que mais tarde vim a saber que não era o livro, o Alquimista, e sim uma agenda: Alkimi. E descobri também que a ilustrações são da Catalina Estrada que até então eu nunca tinha ouvido falar.

Confesso que observei com olhares tímidos, ainda com muita vergonha. As fotos também foram acanhadas e por isso estão um pouco trêmulas, mas resisti, e fiquei enquanto uns saiam e outros entravam. Nunca ficou vazio, mas pareceu cheio quando um grupo maior chegou falando alto. Cortou muito o clima de pertencer. Deu vontade de sair e ir embora, parecia que não me queriam mais ali.

Foi quando o bolo acabou e pedi um pedaço extra pra trazer por Bjørn. Nesse momento já tinha passado uma hora. Uma hora em que fiquei comigo e com meu futuro e próximo roteiro de viagem. Foi melhor do que pensei e não tão chato. Gostei tanto que já tô pensando no passeio da semana que vem. Vou continuar seguindo as dicas dos comentário e acho que vou no cinema aproveitar as indicações do Oscar.

E de curiosidade, tem dois noruegueses concorrendo: melhor direção

com Morten Tyldum em“The Imitation Game”, e melhor curta de animação com Torill Kove em “Me and My Moulton”.

Obrigada por lerem e fazer desse blog um hobby bem legal 🙂

 

 

 

Anúncios

6 comentários sobre “Fui lá e flanei!

  1. boulinha disse:

    Aeeeeee! Eu queria comentar sobre o seu 1o dia de flanar mas eu gostei mais de saber que você já ta falando norueguês!!!!!pode já mandar um áudio no zap zap hehehe
    Amei o lugar, parece aconchegante. E ainda bem que vc não colocou foto do bolo inteiro porque só pela sua descrição, eu já fiquei com vontade! #gordices
    Sobre o cinema, ainda não vi esses ai q vc falou mas assisti agora o whiplash e relatos selvagens. Adorei os dois.
    Um beijo em vcs!

  2. Eliana Sa Barretto disse:

    É isso aí Gaby… aproveita pois todos os lugares tem sempre coisas boas e coisas ruins… Eu fiz a grande besteira de não aproveitar Cingapura quando morei lá e hoje em dia me arrependo. Por isso te digo de conhecimento próprio que todos lugares por pior que até possam parecer tem sempre um lado muito bom.
    Olhe, curta, pesquise e guarde tudo bem guardado pois um dia isso serão meras lembranças mas que você vai poder passar para seus filhos (se D’s quiser!!!) e para outras pessoas que talvez sejam ajudadas pelo que você passou e viveu!!! Se alguém tivesse me mostrado que tudo tem dois lados eu talvez tivesse aproveitado mais minha vida em Cingapura!!! Bjss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s